09/11/2017

Anúncio para atribuição de Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT)

O projeto “EXCHANGE” Grant Agreement nº 648608 – Forensic Geneticists and the Transnational Exchange of DNA data in the EU: Enganing Science with Social Control, Citizenship and Democracy (ERC-2014-CoG/ERC-2014-CoG), financiado pelo Conselho Europeu de investigação (European Research Council), sediado no Departamento de Sociologia do Instituto de Ciências Sociais, abre concurso para atribuição de uma Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia. Serão admitidos a concurso detentores de grau de mestre ou de doutor, com média final de licenciatura igual ou superior a 15 valores, em qualquer área científica.

Referência: UMinho/ERC-Consolidator/BGCT_2017

Área Científica: Gestão em Ciência e Tecnologia

Requisitos de admissão
Serão admitidos a concurso detentores de grau de mestre ou de doutor, com média final de licenciatura igual ou superior a 15 valores, em qualquer área científica.
Será valorizada a formação e a experiência nas seguintes áreas:
- Gestão de projectos científicos;
- Excelente capacidade de expressão escrita e oral em inglês e português;
- Experiência em tarefas semelhantes às apresentadas no plano de trabalhos;
- Autonomia, espírito crítico e interesse em integrar equipas internacionais;
- Disponibilidade imediata.

Plano de Trabalhos
O trabalho a desenvolver nesta bolsa inclui as seguintes tarefas:

Apoio na organização de eventos científicos (seminários, colóquios e escolas de verão);
Implementação do plano de comunicação do projecto, por via da actualização do site do projecto e da disseminação de eventos;
Apoio no planeamento e na execução das actividades do projecto;
Apoio na revisão e edição de textos académicos;
Apoio administrativo na execução financeira do projecto;

Apoio administrativo na actualização de plataformas curriculares;

- Apoio administrativo na manutenção do arquivo do projecto;
- Manutenção da base de dados bibliográfica do projecto.



Legislação e regulamentação aplicável
A bolsa é atribuída ao abrigo do Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica, aprovado pela Lei n.º40/2004, de 18 de Agosto, e alterado e republicado pelo Decreto-Lei nº 202/2012, de 27 de Agosto, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Lei nº 89/2013, de 9 de Julho, Decreto-Lei nº 233/2012, de 29 de Outubro, e Lei nº 12/2013, de 29 de Janeiro, e pelo Regulamento de Bolsas de Investigação em vigor da FCT, I.P. (www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml.pt).

Local de trabalho
O trabalho será desenvolvido no Departamento de Sociologia, Instituto de Ciências Sociais, da Universidade do Minho, no Campus de Gualtar, em Braga, sob a orientação científica da Prof. Doutora Helena Machado.

Duração e Regime de Actividade
Duração de 12 meses, com início previsto para Janeiro de 2018, eventualmente renovável, após avaliação positiva, até à conclusão do projecto (Setembro de 2020). As actividades serão desenvolvidas em regime de exclusividade, em conformidade com o artigo 5.º do Estatuto do Bolseiro de Investigação, em conjugação com o artigo 22.º do Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT, I.P. aplicável pela UMinho.

Valor do subsídio de manutenção mensal
O montante da bolsa de investigação corresponde a 1250,00EUR (mestre) e a 2000,00 EUR (doutor). O pagamento da bolsa será efectuado mensalmente, através de transferência bancária.
Outros benefícios: Reembolso do Seguro Social Voluntário, correspondente ao 1.º Escalão da base de incidência contributiva e Seguro de Grupo de Acidentes Pessoais.

Métodos de Selecção
Os métodos de selecção aplicáveis serão a Avaliação Curricular (AC) e a Entrevista de selecção (E).
A Entrevista de selecção será obrigatoriamente presencial e apenas será realizada aos 3 (três) candidatos com melhor classificação na Avaliação Curricular (AC).
Os critérios, e respectivas ponderações, para cada um dos métodos indicados (AC e E) são, em seguida, discriminados: 
A Avaliação Curricular(AC) terá uma ponderação de 50%, distribuída pelos seguintes parâmetros:
AC1) Avaliação do perfil académico/curriculum vitae do candidato (ponderação de 50%);
AC2) Experiência relevante para a execução das tarefas descritas no plano trabalhos (ponderação de 50%).
A Entrevista (E) terá uma ponderação de 50%, distribuída pelos seguintes parâmetros:
E1) Avaliação da experiência profissional demonstrada pelo candidato relevante para o exercício de funções na vaga a concurso (ponderação de 50%);
E2) Competências interpessoais, aferindo a motivação para o desempenho das funções e capacidades de comunicação interpessoal (ponderação de 50%).
A comissão de selecção reserva-se o direito de não atribuir a bolsa no caso de não se apresentarem a concurso candidatos com perfil adequado.

Composição da Comissão de Selecção
Doutora Helena Machado (Presidente), Doutor Fernando Bessa e Doutora Rafaela Granja (vogais efectivos). Doutora Helena Machado (Presidente), Doutor Fernando Bessa e Doutora Rafaela Granja (vogais efectivos).Doutor Joel Felizes (vogal suplente).
Em caso de impedimento, a Presidente da comissão de selecção será substituída por um vogal efectivo.

Forma de publicitação/notificação dos resultados
Os resultados finais do concurso serão comunicados por correio electrónico a todos os candidatos.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas
O concurso encontra-se aberto entre o período de 7 a 20 de Novembro de 2017.
As candidaturas deverão indicar a referência do concurso (UMinho/ERC-Consolidator/BGCT_2017) no campo do assunto e ser remetidas por correio electrónico para o endereço exchange@ics.uminho.pt acompanhadas dos seguintes documentos obrigatórios:
- Carta de motivação;
- Curriculum Vitae detalhado que comprove a experiência do candidato;
- Cópia do certificado de habilitações;

- Pelo menos 1 carta de referência;


- Outros elementos que o candidato considere relevantes para apreciação.

A falta de algum dos documentos exigidos na candidatura é motivo de exclusão.

Política de não discriminação e de igualdade de acesso
A UMinho promove uma política de não discriminação e de igualdade de acesso, pelo que nenhum candidato pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado ou privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical.

Fonte: http://www.eracareers.pt/opportunities/index.aspx?task=global&jobId=94631&lang=pt